Tudo o que sabemos sobre o assalto a Viracopos

 Assalto mobilizou policiais de São Paulo e até Brasília. Foto: Luciano Claudino/Código 19Um assalto na empresa Brink’s localizada no terminal de cargas do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, na manhã desta quinta-feira (17), transformou a cidade em cenário de filme. Entenda o que ocorreu no resumo abaixo: – O crime ocorreu por volta das 9h50. Os homens invadiram o terminal de cargas do aeroporto, trocaram tiros com os seguranças do local (dois foram baleados e um terceiro precisou de atendimento) e ainda fugiram levando malotes com dinheiro da empresa.

– Um dos seguranças foi baleado na orelha e outro na perna. Eles foram levados ao Hospital Municipal Dr. Mário Gatti. Um terceiro funcionário também foi encaminhado à unidade de saúde. De acordo com a empresa, todos passam bem e estão fora de perigo.


– A Concessionária Brasil Viracopos, que administra o aeroporto, informou, em nota oficial, que a quadrilha acessou o Terminal de Carga pelo portão E24, usando duas caminhonetes semelhantes a veículos da Aeronáutica. As caminhonetes tiveram os pneus dilacerados por um dispositivo de segurança do aeroporto, mas mesmo assim conseguiram acessar o portão.   – Na fuga, os bandidos ainda atearam fogo em três carretas e as deixaram atravessadas na Rodovia Santos Dumont para bloqueá-la nos dois sentidos.

– Uma metralhadora ponto 50, uma arma de guerra capaz de derrubar helicópteros, foi apreendida. Segundo o Baep, no carro-forte alvo dos criminosos havia 22 malotes.

– Por causa do ataque, o aeroporto ficou fechado entre 10h e 10h20, segundo informações da concessionária que administra o terminal. As lojas do terminal também não funcionaram. Três voos da Azul foram cancelados. Durante o dia, outros 14 voos sofreram atrasos (um da Gol e 13 da Azul).

PERSEGUIÇÃO – Depois da fuga, equipes da PM e da Guarda Municipal interceptaram a quadrilha em um caminhão de lixo roubado e houve troca de tiros. Três viaturas da Guarda Municipal e uma da PM foram alvejadas. Um policial militar foi baleado na perna e está internado no Hospital Ouro Verde.

– Uma parte do dinheiro e alguns armamentos utilizados no crime foram encontrados por policiais no caminhão.   REFÉNS – Três criminosos conseguiram fugir do bloqueio e invadiram duas casas no Residencial Campina Verde, na região do Vida Nova. Dois deles foram mortos pela polícia. Outro fez uma mãe e seu filho de 10 meses reféns.

– Depois de cerca de duas horas de negociação, o fugitivo morreu baleado por um atirador de elite do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais). Tanto a mãe quanto a criança foram liberados. O bebê saiu no colo de uma policial e foi entregue para outro familiar.

– A mulher tem 37 anos e foi atingida com um tiro na região lombar. O Gate não informou quem causou o ferimento na mulher. Ela foi levada ao Hospital PUC-Campinas, onde passou por cirurgia. O hospital informou que a família não autorizou a divulgação de informações sobre seu estado de saúde.

– A advogada do último suspeito morto, Alessandra Jirardi, diz que estava negociando a rendição de seu cliente e que ele foi “executado” pelo atirador de elite.

– No fim da tarde, o governador paulista, João Doria (PSDB), visitou a sede do Baep, em Campinas, para parabenizar os policiais envolvidos na ação. Tanto ele quanto o comandante da PM paulista, Marcelo Silveira, defenderam a os agentes dizendo que eles cumpriram protocolos de segurança.   INVESTIGAÇÕES – A PM estima que 20 criminosos participaram da ação; três morreram e o restante segue foragido.

– Equipes do COT (Comando de Operações Táticas) da Polícia Federal, em Brasília, e do Grupo de Intervenções Especiais, de São Paulo, vieram a Campinas ajudar nas investigações do caso.

– A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) solicitou a Viracopos informações sobre as ações ocorridas no aeroporto. As informações geram um relatório, que se torna objeto de análise pela Anac para verificação de eventuais medidas que não estejam em legalidade com as normas de Segurança da Aviação Civil Contra Atos de Interferência Ilícita (AVSEC). 

Fonte: https://www.acidadeon.com/campinas/cotidiano/policia/NOT,0,0,1457247,tudo+o+que+sabemos+sobre+o+assalto+a+viracopos.aspx