Seminário abordou importância do uso correto dos medicamentos

Como tomar remédios corretamente sem prejudicar a saúde foi o tema de seminário na manhã desta quinta-feira, dia 9 de maio, no Salão Vermelho do Paço Municipal. O evento faz parte da Semana da Conscientização do Uso de Medicamentos, instituída pela Lei Municipal 15.288 de 1º de Setembro de 2016. Este é o terceiro encontro de profissionais de saúde para debater o tema.

 

 

O trabalho foi dirigido a gestores, médicos, enfermeiros, farmacêuticos, agentes de apoio à saúde, professores, estudantes e outras categorias profissionais que atuam nas unidades de saúde de Campinas. A ideia é que os funcionários de saúde troquem ideias e aprendam sobre o tema para que possam orientar os pacientes nos centros de saúde e hospitais. Também contou com palestras de professores e especialistas em medicamentos. Cerca de 100 pessoas participaram do evento.


 

 

O objetivo é enfatizar que o uso indiscriminado de medicamentos e a automedicação são os principais responsáveis pelos altos índices de intoxicação por remédios. “Quando a pessoa se automedica, quando ela consulta diversos médicos e toma vários remédios diferentes sem saber o que a interação medicamentosa entre eles pode causar para a sua saúde, o fato do indivíduo não conhecer os efeitos adversos da substância que está tomando, tudo isso é perigoso para a saúde”, disse Salete Castelli Girardi, coordenadora da Área de Assistência Farmacêutica do Departamento de Saúde da Prefeitura. 

 

 

O secretário de Saúde, Carmino de Souza, destacou que é sempre importante confiar num profissional de saúde na hora de tomar seus remédios, não misturar, e, em caso de dúvida, procurar um profissional. Ele disse também que tomar remédio por conta própria é um costume muito comum entre os brasileiros. “A automedicação é uma forma trágica e é fomentada muito pela cultura dos Estados Unidos. As farmácias viraram lojas e as pessoas precisam saber o que estão tomando, quais as reações adversas do medicamento para que esta prática não prejudique a saúde da pessoa”, alertou o secretário. Ainda segundo ele, os remédios estão cada vez melhores com as pesquisas científicas e novas descobertas. “A área farmacêutica evolui de forma extraordinária e os profissionais de saúde devem usar bem os fármacos, de forma consciente”, completou.

 

 

A defesa do uso consciente dos medicamentos é reforçada ainda pela Vigilância Sanitária, que é o órgão responsável por regular a venda de medicamentos, como por exemplo, os controlados, que precisam de receita médica com retenção pela farmácia. “A propaganda dos remédios é forte e atrativa, as pessoas acabam atendendo ao apelo, mas não sabem o que estão tomando e nem as reações adversas dos remédios”, enfatizou a diretora do Departamento de Vigilância de Campinas, Andrea von Zuben.

 

Exposição

 

Uma exposição sobre o tema está aberta no saguão do Paço Municipal e vai até o dia 31 de maio, das 8h às 17h. A mostra é idealizada pelo ICTQ (Instituto de Ciência, Tecnologia e Qualidade) e tem como objetivo conscientizar a população sobre os riscos envolvidos no processo de automedicação. Para isso, serão expostas mensagens lúdicas, didáticas e criativas, que despertem a reflexão sobre a seriedade da questão.