Prefeitura amplia 18 leitos Covid-19 com a contratação na rede particular

A Prefeitura  de Campinas contratou mais 14 leitos de UTI e quatro de enfermaria na rede privada para atender pacientes com Covid-19 e que entram em operação entre esta segunda-feira, dia 22 de fevereiro, e amanhã, 23. Com essa ampliação, a oferta de leitos de terapia intensiva no sistema único municipal sairá dos atuais 107 para 121. Os novos leitos de UTI Covid foram comprados na Santa Casa (7), Casa de Saúde/Vera Cruz (4) e Hospital Samaritano (3); os quatro leitos de enfermaria são na Casa de Saúde/Vera Cruz.

O Governo do Estado repassará ao Município recursos para custeio parcial do aumento da infraestrutura adquirida na rede privada, sendo R$ 1,6 mil para cada leito de UTI e R$ 300,00 para enfermarias. Um leito de terapia intensiva custa R$ 2,5 mil e a Prefeitura arcará com a diferença.


O prefeito Dario Saadi afirmou, durante transmissão ao vivo pelas redes sociais nesta tarde, que a Unicamp informou que disponibilizará mais 10 leitos de UTI no Hospital de Clínicas, para elevar a oferta para 30. Esses leitos, no entanto, ainda não entraram em operação.

A Rede Mário Gatti de Urgência, Emergência e Hospitalar iniciou, na última sexta-feira (19/02), a ampliação da estrutura de enfermarias. Nos próximos 15 dias, mais 45 leitos serão disponibilizados.

O Hospital Mario Gatti abriu mais sete leitos de enfermaria exclusivo para pacientes com Covid na sexta-feira passada, e no final de semana entraram em operação mais 14. Em até 15 dias, outros 24 leitos serão ativados na UPA Anchieta.

O presidente da Rede Mário Gatti, Sérgio Bisogni, informou que se houver agravamento da situação, com pressão sobre o sistema público de saúde, mais 36 leitos de enfermaria poderão ser abertos no Hospital Ouro Verde. Não há previsão de retomada do funcionamento do Hospital de Campanha porque é mais seguro para os pacientes que eles sejam internados em hospitais, para evitar transporte, e também porque há possibilidade de utilizar oxigênio líquido.

Ocupação de leitos

Campinas conta nesta segunda-feira, 22 de fevereiro, com 258 leitos de UTI exclusivos para pacientes com Covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 231 estão ocupados, o que corresponde a 89,53%. Há 27 leitos livres somando as redes pública e particular.

Os leitos estão divididos da seguinte forma:

SUS Municipal – 107 leitos, dos quais 105 estão ocupados, o que equivale a 98,13%. Há 2 leitos livres;

SUS Estadual – 20 leitos, dos quais 19 estão ocupados, o que corresponde a 95%. Há 1 leito livre;

Particular – 131 leitos, dos quais 107 estão ocupados, o que equivale a 81,68%. Há 24 leitos livres.