Educação recebe 65 mil alunos na volta às aulas amanhã

Pelo menos 65 mil alunos da Rede Municipal de Ensino voltam às aulas nesta quarta-feira, dia 6 de fevereiro, nas 251 unidades da Prefeitura e conveniadas. São estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA), Ensino Profissionalizante e Qualificação Profissional.

Para receber estes alunos, as Secretarias de Educação e Serviços Públicos fizeram uma parceria para realizar um mutirão de limpeza de mato e poda de árvores em todas as unidades. Durante o mês de janeiro, as escolas também passaram por manutenção e reparos na parte estrutural, como, por exemplo, fiação elétrica.


De acordo com o Ministério da Educação, todas as escolas têm de cumprir 200 dias letivos. O encerramento das atividades deste ano está previsto para o dia 20 de dezembro. A partir do dia 6 de julho, os estudantes terão um recesso de 15 dias.

Mais vagas

Desde 2013, dentro do programa Creche Bem Querer, foram entregues 13 novas creches em Campinas. Com as inaugurações, as reformas e ampliações de unidades foram criadas mais de 8 mil novas vagas para crianças com idade de até 5 anos de idade.

Com a abertura de novas unidades, a reorganização de espaços e o aumento das parcerias com as entidades conveniadas, apesar da demanda sempre crescente, a espera por vaga tem sido reduzida ano a ano e atingiu em janeiro de 2019 o menor déficit dos últimos seis anos. Atualmente, são 4.351 crianças aguardando por uma vaga. Em 2013, eram 9.500, o que dá uma redução de 55%.

E a expectativa é de que estes números continuem caindo, uma vez que nos próximos dois anos serão abertas mais seis novas creches, cada uma com capacidade de atender 250 crianças. Serão pelo menos 1.500 vagas a mais.

As novas unidades serão nos bairros São Domingos, Telesp, Nova Europa, São Luiz, Parque das Cachoeiras e Residencial Flávia. Também está em licitação a reforma e a ampliação do Centro de Educação Infantil (CEI) “Sônia Maria Alves de Castro Perez”, no Jardim Maria Rosa, que atenderá 325 crianças.

A Secretaria de Educação tem investido também na contratação. Foram chamados por concurso mais de 1.900 profissionais desde 2013, entre professores, diretores, agentes de educação infantil, orientador pedagógico, entre outros da carreira educacional.

A alimentação escolar oferecida pela Prefeitura de Campinas foi eleita a melhor, entre as dez maiores cidades do Estado de São Paulo. Os dados são da pesquisa Indicadores de Satisfação dos Serviços Públicos (Indsat).

Outro ponto positivo é que a Secretaria de Educação aumentou em quase 100% o atendimento na educação especial inclusiva. Em 2013, eram 641 crianças atendidas. Hoje, já são 1.127 alunos com algum tipo de deficiência em 206 unidades municipais.