Combustível na região de Campinas só dura até às 15 horas, afirma Recap

No início da tarde desta quinta-feira, o Recap que é o sindicato dos postos de combustíveis informou que 70% dos postos já estavam desabastecidos na região de Campinas, abrangendo 1400 estabelecimentos. A estimativa é que até às 15 horas, todos os postos estejam secos.

Esse problema ocorre desde o início da manhã desta quinta-feira, diante da greve dos caminhoneiros que atinge todo o país.


Onde tinha etanol ou gasolina, em Campinas, filas enormes, muita espera e até confusão.

Essa situação ocorreu em um posto de combustível na região da Engenheiro de Paula Souza, onde outras unidades estavam fechadas, como na que Cleuber Souza trabalha.

Quem encontrava um posto com combustível, tinha que ter paciência, como Murilo Sanches.

Em alguns casos, só a paciência não bastava. Ao longo da manhã encontramos preço do litro da gasolina em R$ 4,19, 4,29, mas com o passar das horas, e os postos fechando, os estabelecimentos que ainda tinham o combustível cobravam por ele, R$ 4,99. Para Bruno Bozan, foi a única opção.

O movimento nos postos de combustível começou na tarde de quarta-feira, com procura até durante a madrugada.

Notícia: cbn