Campinas fará testes rápidos para mapear coronavírus na população

A Prefeitura de Campinas vai fazer testes rápidos em cerca de 1.700 pessoas, entre os dias 8 e 19 de junho. O anúncio foi feito pelo prefeito Jonas Donizette durante transmissão ao vivo pelas redes sociais na tarde desta terça-feira, 2 de junho. A metodologia de amostragem foi feita em parceria com a Unicamp. 

Chamado de “Inquérito sorológico”, o objetivo da testagem é saber onde o vírus circulou e com qual intensidade nas diversas regiões da cidade, para o planejamento de ações.


“Foi feito um cálculo amostral para sabermos o nível de transmissão e infecção pelo coronavírus. A ideia é saber a vulnerabilidade da nossa população, ou seja, quantos já tiveram contato com o vírus. Isso é muito importante para construirmos o plano de enfrentamento para o futuro”, disse o secretário municipal de Saúde, Carmino de Souza.

Para selecionar as residências que receberão o teste foi feito um sorteio, via computador. Serão coletadas amostras em todas as regiões da cidade. Será um teste rápido e o resultado sairá em menos de 15 minutos. 

Uma gotinha de sangue será coletada da ponta do dedo da pessoa e o aparelho vai examinar a quantidade de anticorpos, se já houve contato com o coronavírus. Se der positivo, o teste será feito nos demais moradores da residência. Caso tenha sintomas, a pessoa testada será orientada em como proceder.

As equipes de saúde dos 66 Centros de Saúde de Campinas irão até as residências para fazer o teste e estarão identificadas. As pessoas são livres para aceitar ou não fazer os testes e não terá custo algum. 

Fonte: Prefeitura de Campinas